RESULTADO DA AVALIAÇÃO QUADRIENAL DA CAPES

RESULTADO DA AVALIAÇÃO QUADRIENAL DA CAPES
 
À COMUNIDADE DO PPGE-UFBA
Salvador, 20 de setembro de 2017.
Prezados,
A avaliação quadrienal da Capes para o período de 2013 a 2016, em relatório divulgado hoje, atribuiu a nota 4 (quatro) para o Mestrado e o Doutorado do nosso Programa de Pós-Graduação. Dos 53 programas acadêmicos de Economia no Brasil, vinte e sete (27) mantiveram a nota e vinte e seis (26) foram promovidos de estrato. O PPGE-UFBA faz parte desta maioria que não alterou a nota. Agora, há 16 programas com nota 4, vários deles com curso de Doutorado, e doze programas com a nota 3. 
A manutenção da nota do PPGE é um fato que requer comemoração e reflexão. Merece celebração, porque sabemos do esforço que demandou a criação do Doutorado, do rigor dos critérios da avaliação da CAPES e da importância fundamental que o Programa de Pós-Graduação em Economia tem para a UFBA, a Bahia e as demais instituições universitárias da região.
Merece reflexão, porque o resultado da avaliação deve servir para a tomada de consciência sobre a proposta do Programa, seu sentido acadêmico, cultural e social na Faculdade de Economia e na UFBA. Deve servir para a percepção aguda dos interesses mais elevados, comuns e gerais de todos que participam do PPGE. E também para convocar e estimular o comportamento solidário, sem prejuízo das normais diferenças teóricas e metodológicas.
A manutenção da nota 4 foi o resultado do esforço coletivo de todos no PPGE: professores, alunos e servidores técnicos-administrativos. Devemos ainda agradecer publicamente o apoio permanente da PROPG, através dos professores Olival Freire Júnior e Ronaldo Lopes Oliveira, inclusive na preparação cuidadosa do relatório para a avaliação quadrienal.
Um capítulo especial cabe ao Doutorado, pois é um curso instalado recentemente. A primeira turma, iniciada em 2014, ainda terá o seu ciclo de quatro anos de conclusão no final de 2017.  É claro que o Doutorado impõe maiores desafios e dificuldades, mas também oportunidades, possibilidades de renovação e avanços na nossa pós-graduação. Da compreensão alargada sobre a necessidade histórica, inadiável, de criação do Doutorado, passamos agora a uma nova etapa: esforço concentrado e decisivo no ensino, pesquisa, publicação e titulação tendo por objetivo a sua consolidação - com impacto na próxima avaliação quadrienal de 2017-2020.
Muito há de se fazer no PPGE. São problemas diversos, que interagem entre si, resultando em um quadro de totalidade complexa, desafiadora e estimulante. Impõem-se as tarefas de consolidação do corpo docente, superação de debilidades na produção científica e publicação, obtenção de titulação de mais mestres e os primeiros doutores, avanço na internacionalização com doutorado-sanduíche, pós-doc e intercâmbios acadêmicos diversos, nucleação com impacto em outras instituições acadêmicas, atenção à inserção social, responsabilidade com a articulação com a graduação etc.
Sigamos adiante.
 
Renildo Souza
Coordenador do PPGE