Visibilidade

O Programa de Pós-Graduação em Economia tem dado continuidade às medidas que visam atingir metas de integração das atividades discentes junto às linhas de pesquisas, de estímulo para a aquisição de bolsas, de diversificação da produção científica e ampliação de seus meios de divulgação.

No que concerne ao aumento da visibilidade do Programa no cenário nacional, um dos principais pontos foi a criação do Curso de Doutorado em Economia, com sua primeira turma no ano de 2014, que despertou o interesse de estudantes de todo o Brasil, refletido no aumento de inscritos para a seleção interna do CDE, que registrou, para o ano de 2015, um aumento de quase 100% em relação ao ano anterior.

Além disso, a construção de um novo site (www.ppgeconomia.ufba.br) visa também permitir uma maior interação com a sociedade, oferecendo uma plataforma mais atualizada e alinhada com as home pages de outros programas de pós-graduação.

Por outro lado, a revitalização da Revista Nexos Econômicos (RENE), tanto em sua versão impressa quanto digital, disponibilizada no site (http://www.nexoseconomicos.ufba.br), nos últimos anos, também contribui para divulgação do PPGE entre os cursos de Pós-Graduação de todo o país. Anualmente, o PPGE produz e distribui gratuitamente exemplares de sua revista, que compila artigos sobre os mais diferentes temas da economia produzidos por pesquisadores de todas as partes do Brasil, inclusive pelos professores do PPGE.

Temos, ainda, a participação do PPGE, como colaborador, nos Encontros de Economia Baiana (EEB), que acontece anualmente em parceria com a Agência de Desenvolvimento da Bahia (DESENBAHIA) e a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), desde o ano 2005, sob iniciativa acadêmica e científica do PPGE. O seu formato científico é equivalente ao modelo ANPEC, com três áreas temáticas e comissão científica composta por professores do PPGE e de outras instituições universitárias, sendo aberto para pesquisadores de qualquer instituição em economia e áreas afins do estado da Bahia, da região Nordeste, e mesmo do país. Essa iniciativa tem contribuído para a representatividade acadêmico-científica do PPGE no âmbito regional e nacional.