Perfil do(a) Egresso(a)

No perfil do egresso devem constar, com destaque, as competências que favoreçam a sua empregabilidade e sua carreira profissional exitosa, nos marcos da atuação compatível com a formação em pós-graduação em economia. As capacidades de análise, discussão, elaboração, proposição e operacionalização técnica, como economista pós-graduado, devem compor o perfil profissional do egresso. Neste sentido, as competências esperadas do egresso devem corresponder às condições suficientes para suas atividades como docente e/ou pesquisador, ou quadro técnico altamente especializado. Portanto, o egresso, em suas ocupações profissionais, deve ter habilidades para analisar e formular proposições consistentes com os atributos esperados do economista com título de mestre ou de doutor. Este tipo de profissional, oriundo do PPGE, deve ter a preparação suficiente para a adaptação, mobilidade e desempenho, considerando as características locais e regionais, dadas as limitações e desigualdades marcantes na estrutura da economia e das condições sociais na Bahia e no Nordeste.
 
Com base em levantamento de informações de egressos que concluíram o Programa de Pós-graduação em Economia da Universidade Federal da Bahia (PPGE/UFBA), têm-se as seguintes estatísticas e perfis.
 
Dos concluintes do ano de 2017, de um total de 21 titulados, sendo 20 do mestrado e 1 do doutorado, tal que seis, 29%, e quinze, 71%, têm e não têm vinculo empregatício, respectivamente.
 
Entre os titulados com vínculos empregatícios, têm-se uma distribuição equitativa, com 50% em atividades de empresas privadas e outros 50% em empresa pública ou estatal; dos quais 67% atuam em atividade de ensino e pesquisa e participa de educação continuada, estando todos estes atuando na área de economia; computando-se os 33% restantes atuando em outras áreas.
 
Já os sem vínculos empregatícios que corresponde a 15 titulados, apresentaram-se com uma distribuição em que oito têm como expectativa de atuação profissional em atividades de ensino e pesquisa, além de mais dois titulados em que considera além de ensino e pesquisa a hipótese de atuar em pesquisa, em atividade empresarial e de profissional autônomo. Os três restantes optam como expectativa atuar em empresa, pesquisa ou profissional autônomo. A titulada no doutorado já está atuando no Programa de Pós-doutorado da CAPES no PPGE/UFBA.
 
Diante desse quadro, o perfil dos egressos referente aos titulados de 2017 é de que em sua maioria, concebem expectativas de atuação nas atividades de ensino e pesquisa, gerando a formação de acadêmicos que reflete a natureza stricto sensu do Programa de Pós-graduação em Economia.